Mostrar mensagens com a etiqueta BeB do quotidiano. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta BeB do quotidiano. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Dos fins-de-semana de sonho

Esta foto está tremida, desfocada e em termos técnicos uma nódoa, mas adoro-a! Aos meus olhos, reflete na perfeição este fim-de-semana ❤

Como já partilhei convosco, fomos passar o fim-de-semana ao Hotel Dolce Camporeal Lisboa.

Foi a primeira vez que fui sozinha com eles passar uma noite fora de casa e ia um pouco a medo, devo confessar. É que isto de estar sozinha com eles a maior parte do tempo já não é fácil num ambiente "controlado" e com rotinas definidas, então ir para um sítio diferente, sem os brinquedos deles, dava-me assim algumas ânsias. Tinha mesmo muita vontade de o fazer, mas acabava sempre por não arriscar. Por isso, e como lhes disse a caminho do hotel, este fim-de-semana ia ser uma espécie de teste para eles e para mim.

E passámos com nota muito positiva :)!

É óbvio que não foi tudo um mar de rosas, houve as birras do costume e as teimosias da praxe, mas nada de dramático. Pelo contrário! Foi mesmo muito bom!

É claro que o espaço ajudou (eles adoraram o hotel) e, resumindo, o balanço não poderia ser mais positivo. 

Para o Francisco talvez não tenha tido a mesma dimensão, mas para mim (e acredito que para o Gonçalo também) este fim-de-semana teve um simbolismo que foi muito além do momento de evasão. 

Tenho a certeza que ele vai ficar na memória dos três :)

Obrigada ao Dolce Camporeal por, mais uma vez, nos ter recebido tão bem! ❤



Apesar de termos ido jantar cedo, o Francisco "nadou" tanto e saltou tanto durante o dia, que estava com um sono gigante. Quase que nem jantou, tadinho. É que isto de nos divertirmos também cansa! :)


Os meus pequeninos estão super cómicos nesta foto, não estão? O Francisco também quis vestir o robe como o irmão e o resultado está à vista 😂
Fomos jantar a um dos restaurantes do hotel, o Grande Escolha. Optei por um tataki de atum com risoto de algas, do chef Rui Fernandes, que estava qualquer coisa dos deuses!! Para acompanhar, foi-me recomendado um vinho branco da região, o Vinhas do Lassos, do qual também fiquei fã!


Porque os olhos também comem!

Já não me lembro do nome da sobremesa. Lembro-me que tinha chocolate e café e que estava muuuito boa :)

As crianças são de gostos simples. Ir para a "piscina de touca", como foi apelidada por ambos, foi do que eles mais gostaram 😁


Não vos vou mentir. Naturalmente que não tive grande tempo para relaxar, mas pronto... 5 minutinhos na piscina exterior, 5 minutinhos na varanda e mais 10 minutinhos num banho de imersão... Soube-me pela vida!

terça-feira, 9 de abril de 2019

O meu menino já lê livros de pré-adolescente!


O Gonçalo adora ler e escrever e há que dizê-lo que neste campo sai tanto à mãe como ao pai.

Apesar da sua escrita ainda ter muito por limar (mas também ainda só está no terceito ano!),tento incentivá-lo ao máximo a fazer tanto uma coisa como outra.

Este fim-de-semana fui à Fnac e vi este livro. Na verdade já tinha olhado para ele várias vezes, por saber que é um sucesso entre os jovens, mas acabava sempre por não o comprar por achar que talvez fosse avançado demais. Tem muitas páginas, poucas ilustrações, ele gosta de ler mas é preguiçoso... Mas bem, desta vez resolvi pegar nele, abri-lo e ler algumas páginas. Percebi que a escrita era leve, a personagem principal escreve na primeira pessoa, não estivéssemos nós perante um diário, e tem muito humor (bem ao estilo do Gonçalo). E as ilustrações, apesar de serem em menor número face ao que ele está habituado, são bem giras.

Arrisquei e comprei-o. Dei-lho no domingo à noite e ontem ele levou-o para a escola para o ler durante o dia, já que está de férias. 

Deviam de ver o entusiasmo dele quando o fui buscar! 

Porque "tinha adorado o livro", porque "gostou tanto que já ia na página 170 e tal", e "ó mãe vá lá, podes comprar-me o volume 2?"... Estava doido!!

Eu fiquei super feliz! Primeiro, por ver a felicidade dele, mas também por ter percebido que ele reforçou dentro dele aquilo que já sabia: que ler era divertido e, muito provavelmente, uma das melhores coisas do mundo. Além disso, constatei que ele está a ficar um crescido. 

Ao ver o entusiasmo dele também sorri ao lembrar-me do que os meus pais me dizem tantas vezes.  Que me compravam livros e que eu ia para o quarto devorá-los e que muitas vezes só descansava quando os acabava de ler.

Os livros não são apenas um estímulo intelectual. São muito mais do que isso. Os livros são um escape. Ajudam-nos a sonhar, a viajar e podem ser verdadeiras terapias. Assim como a escrita.

Já lhe comprei o volume 2 e ele já dedicou uma prateleira do quarto só para esta coleção!

Que a aventura pela leitura de livros dos "crescidos" comece... e que nunca acabe!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

"Keep it simple"

Foto: Pinterest
Há fases na vida que são mais do que fases. São processos.

Ultimamente, ando particularmente interessada no minimalismo. Já conhecia o conceito há muito tempo, mas nunca me deu para saber mais sobre o assunto. Não me interessava! Mas há pouco tempo, não sei precisar quando (e estou ciente do quão tonto possa parecer o que vou dizer), parece que o conceito me chamou. Dei por mim a fazer pesquisas e a querer saber mais e mais sobre ele e, à medida que ia sabendo mais, mais interesse me suscitava.

Para contextualizar quem nunca ouviu falar do tema, e reduzindo a coisa numa única frase (o que até pode ser considerado uma heresia pelos minimalistas a sério), o minimalismo foca-se muito na ideia de que "less is more".

Mas atenção, eu não tenho qualquer intenção de me tornar minimalista. Nada disso! Simplesmente sinto que muitos dos princípios que estão na base do minimalismo, são exatamente o que eu preciso e quero para mim e para a minha vida. Por outro lado, e curiosamente, apercebi-me que muitas das coisas que regem o minimalismo, eu já fazia (o que também me suscitou ainda mais interesse).

Como já disse, senti que de certo modo foi como se tivesse sido o conceito a chamar por mim, antes mesmo de eu ter ido à procura de mais informações. De tal maneira que até eu achei estranho este meu interesse súbito (se calhar até é mais correto dizer "necessidade") em saber mais sobre o tema.

O que mais me cativa no minimalismo é o facto de defender a ideia de que nos devemos desprender e dispensar o supérfluo, o que nos faz mal ou que não nos faz feliz. E este princípio é transversal aos móveis que temos em casa, à roupa que temos nos armários e à nossa vida em geral.

Nunca fui de acumular objetos nem de deixar "amontoar" roupa que não uso, por exemplo, mas, nos últimos dias, estou a fazer uma revolução lá em casa! Estou a livrar-me de coisas que considero que estão a mais, ou porque não uso, ou porque não gosto particularmente delas...

O minimalismo defende que só devemos deixar ficar o que realmente gostamos, o que nos faz efetivamente falta e o que nos faz sentir bem. E isto aplica-se a tudo na vida!

Sei que esta "arrumação" vai demorar, mas, se querem que vos diga, não tenho pressa.

Esta "arrumação" é mais que uma arrumação. É um processo e todos os processos requerem o seu tempo. Além disso, acreditem ou não, já me está a trazer uma serenidade que me fazia falta.

E termino este post com uma frase de Don DeLillo:

"The more I threw away, the more I found."


terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Ho Ho Ho


E achavam mesmo que eu ia fugir às fotos da praxe? :)

Nem pensar!!!

E agora, depois da árvore já montada, é "só" responder, todos os dias, à pergunta "Quando é que é Natal?" :P




quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Tenho dois artistas lá em casa

Se há coisa que o Gonçalo e o Francisco gostam, é de pintar com aguarelas. Sobretudo o Gonçalo. E nos dias de chuva, é um dos nossos programas preferidos!

Digam lá se os rapazes não têm jeito?






terça-feira, 13 de novembro de 2018

Vamos brincar!


O ritmo louco do dia-a-dia, o espírito competitivo imposto às crianças quase desde que nascem, as tecnologias, a segurança (ou falta dela)... são cada vez mais os motivos que fazem com que o conceito de brincar seja cada vez menos valorizado e "praticado". Isto apesar de estar mais que provado que brincar estimula as capacidades cognitivas e emocionais das crianças e reforça a sua capacidade de socialização, mais até do que muitos daqueles exercícios chatos que elas são obrigadas a fazer nas escolas, sabe-se lá bem porquê.

Hoje, chegou-se ao cúmulo das nossas crianças não terem tempo para brincar!

Foi exatamente com o objetivo de enaltecer este conceito e relembrar a sua importância, que o Ikea reuniu, no sábado passado, pais e crianças para um evento em que brincar era a palavra de ordem!

"Vamos brincar para a mudança" era o mote da iniciativa, mote este que dá nome a uma campanha da marca que pretende mostrar ao mundo que "brincar é uma necessidade básica e não um luxo".  (podem conhecer melhor esta campanha, que decorre até ao dia 24 de dezembro, aqui)

O Gonçalo e o Francisco fizeram-lhes a vontade com gosto e passaram uma manhã bem divertida. Eles e eu, porque eu também brinquei! E como a campanha relembra (e é preocupante chegarmos ao ponto em que nos precisam de relembrar isto - e contra mim falo), brincar é também uma forma de fortalecermos o elo que temos com os nossos filhos. Já para não falar nas memórias boas que podem ser construídas a brincar :)

Posto isto: Vamos brincar!








quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Porque eu mereço!


O Float.in está de parabéns!  Este mês faz 10 anos de vida e, para celebrar esta data, o SPA juntou o melhor de todas as suas massagens e criou a Massagem Nova Energia.

Ora bem, eu fui experimentá-la, a convite do SPA, e recomendo a 100%! Saí de lá completamente zen (e precisava taaaanto disto!!!) 

Atenção que esta massagem em específico exige alguma elasticidade e é feita de uma forma mais enérgica, ou seja, com movimentos mais ritmados. Mas, se isto não vos agradar, têm várias outras massagens à escolha.

Pessoalmente, já experimentei algumas das massagens deles e conheço os três espaços que têm e posso dizer-vso que nunca me desiludi! Sempre que lá vou sinto-me uma princesa. Palavra! É que, caramba, também sabe bem que tratem de nós, verdade? :)



sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Uma solução para os pais que não têm tempo a perder!





Para quem anda sempre contrarrelógio, como é o meu caso, as compras online são das melhores invenções dos últimos tempos. Mais do que ser uma opção prática, é uma necessidade.

Felizmente, hoje em dia, é possível comprar quase tudo online. Contudo, e até me terem apresentado a farmácia Santos Salvador, confesso que nunca tinha pensado em adquirir medicamentos ou produtos de farmácia através da Internet.
Depois de pesquisar um pouco constatei que, de facto, e caso não precisemos de nada no imediato, não há mesmo razão para pegar no carro e ir para as filas (às vezes enormes) da farmácia.

Basta ir a www.farmaciass.pt/, a qualquer hora do dia e em qualquer lugar, e escolher os produtos e medicamentos que queremos. Eles têm tudo! Desde produtos para a mamã e para o bebé; produtos de beleza, suplementos, até produtos veterinários, e, óbvio, medicamentos (se tiverem a receita, podem descarregá-la na plataforma).

Depois de escolhermos o que queremos, basta preencher uma ficha (não é necessário registo, apesar do mesmo oferecer vantagens e facilitar o processo de compras futuras), escolher o método de pagamento e esperar, comodamente, que a encomenda chegue.

As entregas são feitas em todo o país, sendo que na zona de Lisboa a entrega demora entre 1 a 3 dias úteis.

Como gosto sempre de descobrir novas formas de tornar a vida mais prática, e como acredito que não serei a única, achei que iam gostar desta partilha J


Post escrito em parceria com a Farmácia Santos Salvador

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Não, as crianças não são sempre amorosas

Ouvido na escola do meu filho mais novo...

Uma criança, que devia ter uns 4/ 5 anos, agarrou no vestido da mãe e disse-lhe:

"Mamã, parece que tens uma bebé na barriga."

"Mas não tenho filho", respondeu-lhe a mãe.

"Então quer dizer que estás mesmo gorda!"

(São uns doces! Diria até que isto podia ser considerado bullying!)


sábado, 18 de agosto de 2018

Passar férias com crianças pequenas

Este fim-de-semana vou estar sem os pequenotes. Em conversa com um amigo, que não tem filhos, disse-lhe que tencionava ir à praia, e percebi que ele ficou surpreendido, já que eu tinha estado duas semanas de férias com eles, a fazer praia todos os dias.

Ora, é sabido que o conceito de férias com filhos pequenos é muito, mas muito relativo. Para quem não tem noção, é mais ou menos isto!


quarta-feira, 18 de julho de 2018

A guarda partilhada e o bom senso

A propósito da discussão na Assembleia da República de uma petição que propõe que, em caso de divórcio ou de separação judicial, se altere o código civil perante um formato de guarda conjunta dos filhos, vieram logo algumas associações, que se dizem feministas (o que eu, que sou feminsta, considero um atentado, porque se elas são alguma coisa, é fundamentalistas)  opôr-se a ela, usando argumentos que não lembram ao menino Jesus.

Eu tenho a minha opinião sobre este tema mas, em vez de a dar, deixo aqui um artigo genial que saiu hoje no Negócios, escrito pelo psicólogo Eduardo Sá e pela jornalista Isabel Stiwell. Só o título diz tudo: "A guarda conjunta do bom senso".

Porque é isto! Sem tirar nem pôr.

Haja bom senso!


Os meus Chefs

Há dias fui com eles à Kidzania, a convite da Condi.

As crianças que conhecem este espaço - do qual o Gonçalo é completamente fã (ao ponto de já ter feito lá um aniversário) e, graças a este dia, o Francisco também se juntou ao clube - já sabem que quem lá vai tem como palavra de ordem "brincar até mais não". Contudo, neste dia, eles tinham uma "missão" acrescida: aprender como se faz uma boa gelatina!

Foi uma tarde giríssima e eles adoraram vestir o papel de chef. Mantiveram quase sempre um ar concentradíssimo, que é típico deles quando não querem perder pitada.

É verdade que agora passam a vida a querer fazer gelatina, o que até nem é mau :)




As mamãs (e pai) babadas e os filhos mega-felizes, como elas gostam :)

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Im in love!


Um amigo deu-me a conhecer este grupo e estou completamente rendida. É lindo!!!

Façam uma pausa e ouçam... vale muito a pena!

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Sintra




Este fim-de-semana fomos passear a Sintra. Eles adoram e eu também e, por isso, fazêmo-lo com frequência.

Se há lugares mágicos em Portugal, Sintra é, sem dúvida, um deles. Esta Vila tem qualquer coisa... uma energia vibrante, que faz sobressair ainda mais a sua beleza única.

E não é que estava imenso calor!!! (o que, tendo em conta que Sintra tem um microclima particular, é raro :) )

Se não conhecem, têm que conhecer. Vale por tudo. Pela paisagem, pela História, pelos monumentos e pela doçaria. E por falar nisso, que bem que me sabia agora uma queijada ou um travesseiro de Sintra!

sexta-feira, 22 de junho de 2018

É oficial!


Agora sim, é oficial. O verão chegou e ai dele que se vá embora mais cedo do que é suposto.

Há tanta coisa que quero (e vou) fazer e que vai além das (maravilhosas) idas à praia!!!

A verdade é que há momentos que só sabem bem no verão ou que têm um gosto especial nesta estação do ano.

Ficar na praia até o sol se pôr, ir beber um copo ao final da tarde num bar "cool", comer choco frito em Setúbal, usufruir das magnífcas praias desta zona, passar um ou outro fim-de-semana fora de Lisboa, aproveitar os dias mais longos e as noites quentes, almoçar peixe fresco em esplanadas junto ao mar... só de falar nisto já me deixa a sonhar :)

Há lá altura do ano melhor que esta?!

A sério que não consigo mesmo perceber como é que há pessoas que não gostam do verão :)!!!

Viva o verão!!!

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Serões dos bons

No dia da criança fomos convidados pela Gioseppo para irmos os três ao Bounce. A ideia era brincar, saltar e conhecer a coleção da marca a pensar na estação quente (aquela, que teima em não chegar).

Não estão a ver o "excitex" em que os miúdos ficaram quando souberam que iam ao Bounce. Todos os dias me perguntavam quando é que iam saltar nos trampolins :)

Foi um ótimo final de tarde! Só o facto de os ter ido buscar à escola e termos ido fazer um programa diferente... soube tão bem!

Quanto à coleção de verão da Gioseppo, está o máximo. Fiquei particularmente deliciada com os modelos de criança. Giros, originais e, apesar de não os ter calçado para o saber, quase que consigo apostar que são super confortáveis :)

Para terem uma leve ideia de como foi o "serão", e para ficarem a conhecer alguns dos modelos da marca, fiquem com algumas fotos ;)













 Fotos cedidas pela Gioseppo


Arquivo do blogue

Seguidores