terça-feira, 21 de abril de 2020

Balanço do isolamento


Estas fotos são o resumo (mesmo muito resumido) do que tem sido este período de isolamento social. É que apesar de estarmos fechados, nunca como agora estive tão ocupada!

Fora os passeios higiênicos à volta do quarteirão e as idas ao supermercado, temos seguido à risca o recomendado pela DGS, mas não é por estarmos em casa que não temos com que nos entreter. Temos feito bolos, como a grande maioria dos portugueses, experiências da Science4You que tínhamos para aqui há imenso tempo, já jogámos uns 30 mil jogos de tabuleiro, brincamos às escondidas, jogamos às cartas... enfim, temos aproveitado o tempo o melhor que conseguimos, tendo em conta que eu estou em teletrabalho e que eles os dois têm atividades da escola para fazer e aulas online. E desde ontem, também a Telescola :)

Dito assim parece que tem sido pacífico, mas convenhamos! Só alguém muito ingénuo é que pensaria tal coisa!

Eles discutem imensas vezes (ainda há bocado parecia que se iam matar!), berram e batem-se como dois trogloditas, e eu às vezes passo-me e grito que nem uma histérica (tem dias em que sinto que me zanguei o tempo todo) e já houve outros dias em que me senti completamente derreada, como se tivesse sido atropelada.

O que sinto mais falta é da interação com pessoas adultas. Estando eu sozinha com eles, não lido com nenhum adulto. Falo com vários por telefone, sim, mas não é a mesma coisa. No entanto, tenho de confessar que há uma grande parte de mim que está a gostar de estar em casa com eles (esquecendo as circunstâncias, claro está). Cansa muito, é verdade, é dificílimo conciliar o trabalho, a escola deles e as tarefas domésticas, mas o facto de estar com eles mais tempo, poder lanchar com eles, almoçar com eles (sempre que está bom tempo almoçamos na varanda!), é um verdadeiro luxo! (e compreendam-me, digo isto pondo de parte o motivo que nos obriga a estar em casa, que é naturalmente dramático)

Em breve há-de voltar tudo à normalidade possível, se Deus quiser, e espero que isso aconteça o quanto antes (será muito bom sinal), mas tenho a certeza que vou ter saudades destes dias em que pude estar 24 sob 24 horas com os meus mais que tudo <3

Sem comentários:

Publicar um comentário

Arquivo do blogue

Seguidores